quinta-feira, 26 de agosto de 2010

expectativas x realidade

Não passo de uma boba apaixonada que vive num mundo de sonhos. Pois a realidade que é boa, essa não chega nunca. Na realidade, vivo de expectativas. Eu espero que ele guarde nossa data e que a cada mês, cada semana, cada dia juntos, seja um motivo a mais pra comemorar. Eu espero que ele me apresente para seus amigos como aquela que ele ama e não simplesmente como a sua namorada. Eu espero que ele deseje estar comigo o tempo todo e não simplesmente quando der. Eu espero que ele me ligue não só quando for preciso, mas se possível fosse, sempre. Eu espero que ele me surpreenda a cada dia mais. Eu espero que ele tenha tempo pra falar comigo. E mais que tudo, eu espero que ele não diga "eu amo você" da boca pra fora, porque palavras, são só palavras, e no fim de tudo, elas não mudam nada. Parece não ser tão fácil assim. Mas eu só quero que ele sinta o mesmo que sinto por ele. Carinho é bom, eu gosto. Quem não? Simples. (...) Mas enquanto tudo isso não acontece, vou ficando nas expectativas e desejando de todo o meu coração que tudo isso não passe de simples expectativas e se torne a minha mais linda realidade.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Nazismo.


Hoje me peguei pensando no nazismo. Quer coisa mais ridícula do que isso? Do que todos esses skins heads, do que Hitler e suas ideias, do que o preconceito? Existe coisa pior. Pior de tudo é saber que tudo que aconteceu, não é só ficção. E mais pior ainda, é saber que ainda sim, diante de tudo, existem pessoas que defendem tudo isso. Tantas pessoas foram iludidas com propagandas perfeitas, tantos jovens tiveram seus sonhos destruídos, tantas famílias perderam seus filhos, tantas mulheres perderam seus amados, tantas casas destruídas, tantos lares desfeitos... tantas vidas tiradas. Acabadas. Finalizadas. Sem ao menos um porque. Isso tudo gerou uma guerra, transformou-se num conflito de proporções mundiais. Foram lutas e lutas, e diante disso tudo, não temos como dizer porque e nem dizer quem foi o culpado. A culpa não foi da Alemanha. Quantos alemães morreram, inocentemente? Quantos morreram sem saber que o que estavam fazendo foi sua condenação de morte? Quantos morreram achando que faziam a coisa certa? Quantos morreram? E os judeus? Todos exterminados sem ao menos um porque. Tratados como se fossem animais. Se bem que nem um animal merece ser tirado do seu mundo, da sua família. Tratados como vermes. Isso sim. Isso não existe. Somos todos iguais. Seja qual for a sua cor, sua religião, sua nacionalidade, sua maneira de viver. Cada um tem seu cada um, mas isso não nos diferencia quando o critério é ser-humano. Somos todos iguais. Todos filhos do mesmo Deus que nos ama da maneira que somos.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Quem se importa?


Agente reclama de tudo. Reclama da casa que é pequena, do quarto que é feio, da cama que esta velha, do sofá que é brega, do computador que já esta ultrapassado, da Internet que é lenta, do celular que é ruim, da camera que não tem uma boa resolução, dos pais que são chatos, da irmã pirralha, dos professores enjoados, da escola ridicula, da cidade que não tem "nada", das roupas que são feias, dos sapatos que não tem estilo, da comida que ta ruim, da sexta feira a noite que estamos em casa, das férias sem viagem... Reclamamos sem reparar que existem pessoas iguais a nós, que não têm nem metade do que temos. É incrível, não é? Enquanto reclamamos da nossa casa, tem gente que mora debaixo da ponte e nem um quarto tem. Dorme no meio de papelões e até passa frio. Reclama do computador? Tem gente que nunca se quer viu um na vida e nem sonha em navegar na Internet. E caso visse também, não saberia sua utilidade. Reclama do celular, da câmera e todos os outros eletrônicos da moda? Tem gente que jamais sonhou com isso. Reclama dos pais? Tem gente que os perdeu cedo e até mesmo não os conheceu. Reclama dos irmãos? Tem gente que daria o mundo pra ter alguém, um companheiro, um irmão de sangue. Reclama dos professores, da escola? Tem gente que não estuda por falta de dinheiro. Não tem uma alma que as ensinem nada, ou que ao menos se importem com o seu futuro. Reclama da sua cidade? Tem gente que perdeu suas cidades em terremotos e desastres. Reclama das roupas e sapatos? Tem gente que fica com o mesmo por anos por não ter condições de comprar outro. Reclama da comida? Tem gente que nem isso tem. Reclama de quando fica em casa? Tem gente que mal tem tempo de ficar em casa, porque trabalha o dia todo pra sustentar a família. Reclama das férias em que não viaja? Tem gente da sua idade que trabalha como escravo e não recebe nada, nem férias.

E ai, você tem mesmo motivos pra reclamar da sua vida?

don't waste your time


Eu sei que um dia vou crescer e tudo vai ficar diferente, porque por mais que agente nao perceba e as vezes se recuse a acreditar o tempo voa e com ele mais que a minha imagem o risco é deixar de lado minhas ideias, meus sonhos, minhas vontades, minha essência, esquecer quem eu sou, e voce nem percebe. Já pensou nisso? O problema, é que a vida passa diante de nossos olhos e agente nem percebe e depois tarde demais vai querer saber o que fez de bom sem ter tempo de recuperar. Enquanto dá tempo, fassa sua vida valer apena antes que seja tarde. Então agora, a questão é: O que é a vida não-desperdicada? A vida nao-desperdicidade é a vida que, em tudo que voce faz, na vida ou na morte, expõe Cristo como supremamente valioso. Voce tem a vida dada por Deus por essa unica e principal razão: mostrar Deus como grande. Eu considero tudo: dinheiro, como pedra; comida, como pedra; visual, como pedra; amigos, como preda; familia, como pedra; trabalho e sucesso, como pedra; em comparação com o Tesouro que Cristo se tornou pra min. don't waste your time

domingo, 22 de agosto de 2010

Tempo.

Quanto tempo agente leva pra entender, que na vida agente vive pra aprender? Quanto tempo agente leva pra saber, que amar é mais complicado que querer? Quando tempo agente leva pra diferenciar, o bem do mal? Quanto tempo agente leva pra descobrir, que existe um Deus que só nos quer ver sorrir? Quanto tempo agente leva pra perceber. que pra ter algo provado já não basta apenas ver? Quanto tempo agente leva pra acordar, e ver que talvez a vida não é só sonhar? Quanto tempo agente leva pra crescer, e de tudo um pouco passar a merecer? Quanto tempo agente leva pra acreditar, que nem todos são obrigados a nos amar? Quanto tempo agente leva pra viver a verdade, se ela sempre deveria estar presente na sociedade? Quanto tempo agente leva pra se desprender, dos vícios que as vezes nos impedem de viver? Quanto tempo perdido ... Não desperdice seu tempo. Ele vale ouro.




Escola, colegas, amigos.

video



9º2, I N E S Q U E C Í V E L


ps: Vocês são todos muito importantes pra min. Sei que ta faltando gente no video, mas nao esqueci de ninguem.

sábado, 21 de agosto de 2010

True Feelings



Sentimentos Verdadeiros.
Nos Dias de hoje, quem se arrisca a sentir? Quem?
Todo mundo tem medo de se entregar, todo mundo tem medo da verdade, todo mundo tem medo de sofrer.
Mas qual a vantagem de viver na mentira?
No medo?
Nenhuma.
Não arriscamos, e assim não sabemos o resultado.
Não sabemos o que perdemos, ou até mesmo ganhamos.
Simplesmente não sabemos.
E ficamos de fora.
De fora das experiências, dos sorrisos, das lágrimas e afins.
E assim não fazemos valer a pena a vida,
mentindo atrás de um sentimento inexistente,
de um simples eu te amo
ou até quem sabe um eu te odeio.
Eu não tenho medo de sentir.
Eu gosto da verdade.
Posso não gostar de todas as consequencias,
mas eu prefiro viver
do que simplesmente existir.
Eu prefiro sofrer
do que não sentir absolutamente nada.
Do que ser um poço de solidão a espera de algo que não virá.
Á espera do inevitável, ou até mesmo do impossível.